RELACIONAMENTOS EM CRISES

21/11/2014 18:48

 

 

RELACIONAMENTOS EM CRISES

Percebemos com muita clareza, a rapidez das novidades, isto é o instantâneo na vida e nos relacionamentos, passam a serem fugazes, isto é rápido e transitório. As pessoas trocaram o convívio pessoal pela internet, que traz o mundo inteiro, e com om mundo em suas mãos, e por outro lado nem sabem que são seus vizinhos, crendo no engano ilusório:

___“..tenho muitos amigos...”.

Recebem mensagens maravilhosas sobre amizades, assim entram em visão de relações virtuais, mas praticamente não existem os verdadeiros amigos, encontram e conversam com  muitas pessoas que nem conhecem seus corações, nem têm uma imagem verdadeira, não existindo a responsabilidade, a fidelidade e o compromisso. Vivem num mundo de quebra de vínculos, desta forma passam a exigir vínculos aos verdadeiros relacionamentos e  amigos e principalmente ao seus cônjuges. Querem ser felizes, mesmo que na virtual ilusão. Puro engano.

Ao criar tal expectativa, geram frustrações e desencontros, pois desejam, até sinceramente, ou inconsciente, desejam uma relação intensa, apaixonada, imitando os filmes românticos. Esquecem que na vida real não acontece desta forma, estes desencontros trazem um sentimento de fracasso, por serem imediatistas, esquecendo que somente através da confiança que  gera a  intimidade e esta gera  sexualidade. A intimidade requer confiança e é construída aos poucos, com flexibilidade conjuminado com uma capacidade em perdoar.

Não há como construir um relacionamento em um universo de centenas de “amigos”, é pura ficção, o relacionamento é construído pessoalmente, dentro de investimento diário, do companheirismo, ninguém constrói começando pela arquitetura, mas por firmar-se na estrutura de base, fora disto tonar-se brechas que muitas vezes insolúveis.

Pastor Jorge Abeche Junior