COSTRUINDO RELACIONAMENTOS (III PARTE)

17/10/2012 17:29

O PRINCÍPIO

    Para falarmos em relacionamentos temos que começar mudando nossa mente a profunda meditação e com atitudes. Nossa lideranças precisam assimilar este procedimento, e ter em si mesmo o querer e o efetuar, o querer vêla acontecer.Se a liderança desejar ver relacionamentos, não idealizá-los, mas os manter, pois já tem a autoridade de Deus, mas é necessáriotomramso verdadeiramente a mesma atitude que o Pai tomou por nós através de JesusCristo, O  apóstolo Paulo descreve esta atitude como a "mente de Cristo".(Fil.2:5).Basta lermos os evangelhos que veremos a mentge de Cristo impressa  nas letras e nas páginas. Quando cura os doentes, alimenta os famintos,, identifica com os proscritos, esta identificação nos vemos quando Pedro fala ao enfermo: "..ouro e prate não tenho..." o indiviudo se identificou, esta exclamação foi um meio de identificação., assim Jesus nos mostra claramente a intenção de se relacioar com as pessoas, a preço de cruz. Todo aquele que se levanta contra tais relacionamentos, dentro o fora da igreja, não pde o selo a aprovação.

    Finalmente, quando Deus chama Adão e a Eva, ordenando a encher a terra, para mim claramente, Deus naõp estva se referindo a filhos produzidos na carne, visto queisto qualquer um pode fazer, mas encher e povoa a terra de filhos gerados na fé.

Numa abordagem mais minusiosa os evangelhos revelam um procipio que expressa o coração de Deus, em Jesus Cristo. Muitos outros princípios tem em seu ministério, mas o relacionamento é pedra fundamental deo cristianismo: O relacionamento.Deus cria o homem: RElacionamento. Cria a mulher: Relacionamento, aliança, enfim o relacionamento é o desejo de Deus para a humanidade.

 

Pr Jorge R, M. Abeche junior